Qualidade e segurança nos cuidados de enfermagem
: um percurso

  • Filipa Vanessa Moreira Teixeira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O presente relatório incide sobre o percurso realizado no âmbito da unidade curricular “Estágio Final e Relatório”, do Curso de Mestrado em Enfermagem com Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica, na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica, do Instituto de Ciência da Saúde-Porto da Universidade Católica Portuguesa, com o objetivo de dar a conhecer os objetivos e as atividades desenvolvidas com vista à aquisição de competências. A segurança e a qualidade dos cuidados de saúde serviram como fio condutor para a realização das atividades desenvolvidas durante os dois contextos de estágios: Serviço de Medicina Intensiva Polivalente e Serviço de Urgência de novembro de 2020 a fevereiro de 2021. Ao longo do relatório foi usada uma metodologia descritiva e critico-reflexiva, suportada em pesquisa bibliográfica, recorrendo a bases de dados, publicações periódicas e a trabalhos de investigação. Com a alteração da alocação da unidade de cuidados intensivos polivalente, devido ao contexto de pandemia por COVID-19, e a adaptação dos recursos humanos, tendo como pano de fundo a segurança de cuidados, tornou-se pertinente a pesquisa de evidência científica sobre a escala Nursing Activites Score, a escala Behavioral Pain Scale, tendo sido dados contributos através de formação em serviço. Neste Contexto foi elaborado um póster relativo à temática da Pneumonia Associada à Intubação, dado que é uma infeção grave adquirida no serviço de medicina intensiva em doentes submetidos a intubação e ventilação mecânica por mais de 48 horas, mas que é passível de prevenção com o cumprimento de medidas simples (bundle), constituindo um grande desafio à prática de enfermagem. No estágio no serviço de urgência foi possível desenvolver várias competências de enfermagem especializada no atendimento da pessoa em situação de urgência e emergência. Destaco a identificação de oportunidade de melhoria no âmbito da comunicação, que levou à elaboração de uma norma interna com o tema “Comunicação eficaz em enfermagem na transição de cuidados – Utilização da técnica ISBAR no Serviço de Urgência”. A evidência científica demonstra que uma comunicação eficaz entre os profissionais de saúde permite diminuir as situações de redundância, gerir tempo dos cuidados, aumentar a segurança do doente e a satisfação dos próprios profissionais. As pesquisas de literatura realizadas, as atividades e reflexões desenvolvidas, os cuidados executados e as experiências vividas contribuíram para o meu crescimento profissional e pessoal, promovendo a aquisição de competências específicas do Enfermeiro especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica. O percurso realizado em tempos de pandemia exigiu muita dedicação e empenho, fortalecendo a determinação na minha prática diária de manter a promoção da qualidade e segurança constantes dos cuidados baseados na evidência no âmbito das competências de mestre em enfermagem.
Data do prémio12 jul 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorIrene Oliveira (Supervisor)

Keywords

  • Enfermagem médico-cirúrgica
  • Pessoa em situação crítica
  • Segurança do doente
  • Qualidade dos cuidados
  • Comunicação eficaz

Designação

  • Mestrado em Enfermagem

Citação

'