Que relação existe entre as estratégias de autorregulação na escrita e a motivação?

  • Andreia Heloisa Freitas de Oliveira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A presente dissertação pretende contribuir para expandir o conhecimento sobre a Autorregulação na escrita e, as suas relações com a Motivação. Assim, os objetivos gerais do estudo são: a) caracterizar os alunos da amostra em termos de Autorregulação na escrita e da Motivação (operacionalizou-se esta variável neste estudo através da autoeficácia em português e dos objetivos de realização); b) estudar de que forma as Estratégias de Autorregulação na Escrita e a Motivação variam em função das variáveis sociodemográficas; c) verificar se as Estratégias de Autorregulação na Escrita e a Motivação se encontram relacionadas entre si e de que forma. O estudo contemplou 726 alunos do 3ºCEB. Na avaliação foram utilizados os intrumentos: a) Questionário Sóciodemográfico; b) Escala de Estratégias de Autorregulação e Escrita (Oliveira & Dias, in press); c) Escala de Auto-Eficácia Académica (Neves & Faria, 2005) e; d) o Questionário dos Objetivos de Realização (Gonçalves, Lemos & Rodrigues, 2008). Os principais resultados do estudo permitiram verificar que as estratégias de autorregulação na escrita se encontram relacionadas positivamente com a motivação. Ou seja, maiores estratégias de autorregulação na escrita associam-se a uma maior autoeficácia em português e a maiores objetivos para a mestria e para o desempenho.
Data do prémio25 fev. 2014
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorÂngela Azevedo (Supervisor)

Keywords

  • Escrita
  • Autorregulação da aprendizagem
  • Estratégias de autorregulação na escrita
  • Autoeficácia em Português
  • Objetivos de realização

Designação

  • Mestrado em Psicologia da Educação

Citação

'