Quem são as mulheres que recorrem à PMA para uma gravidez independente?
revisão sistemática da literatura

  • Joana Cristina Maurício de Jesus Caldas (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

As técnicas de PMA em Portugal tiveram início em 1986 com vista a apoiar casais heterossexuais com problemas de infertilidade a alcançar a gravidez. Passados 30 anos e diversas mudanças na legislação portuguesa, a alteração da Lei de PMA n.º 17/2016, de 20 de junho, passou a permitir que também, casais homossexuais de mulheres, casados ou não, que vivam em condições análogas às dos cônjuges e mulheres solteiras recorram às técnicas de PMA. Este trabalho tem como objetivo realizar uma revisão sistemática da literatura sobre as características sociodemográficas e de bem-estar psicológico/emocional das mulheres solteiras, lésbicas em coabitação e casais de mulheres que recorrem aos serviços de PMA com vista à gravidez/maternidade independente. A revisão sistemática revelou um total de 6 trabalhos que integram informações relativas às características sociodemográficas e do bem-estar psicológico/emocional deste grupo de mulheres. Cinco dos trabalhos que permitem conhecer melhor estas mulheres do ponto de vista sociodemográfico não exploram qualquer dimensão do seu bem-estar psicológico/emocional. Os resultados apontam para que estas mulheres têm idades acima dos 29 anos, mantiveram-se no percurso académico por mais tempo e estão estáveis a nível laboral, com trabalhos a full-time. Apenas um trabalho inclui estes aspetos, nomeadamente na qualidade da saúde mental das mulheres (menos boa, boa, muito boa). Considerando que o conhecimento científico é basal para a qualidade do acompanhamento com estas mulheres, considera-se essencial a continuação da investigação sobre o tema.
Data do prémio13 jul 2021
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorMaria Xavier (Supervisor)

Keywords

  • Procriação Medicamente Assistida (PMA)
  • Lei de PMA n.º 17/2016
  • Mulheres lésbicas em coabitação
  • Casais de mulheres lésbicas
  • Mulheres solteiras
  • Características sociodemográficas
  • Bem-estar psicológico/emocional e maternidade

Designação

  • Mestrado em Psicologia

Citação

'