Regulação emocional, perceção de risco e motivos para o consumo de substâncias em estudantes universitários

  • Carolina Portela Azevedo (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O consumo de substâncias psicoativas tem vindo a constituir-se um problema a nível mundial, afetando essencialmente adolescentes e jovens adultos pelo que se torna pertinente estudar esta temática, particularmente junto de estudantes universitários, uma vez que esta fase corresponde a uma etapa de vida composta por novas transições, novos grupos de pares e maior frequência em festas académicas, podendo desencadear o consumo. Considerando aliteratura, pretende-se compreender, em particular, o papel de alguns fatores frequentemente associados ao consumo como a regulação emocional, a perceção de risco em consumidores, e os motivos que levam ao consumo desta população. Deste modo, recorremos a um Questionário Sociodemográfico, Questionário da Regulação Emocional, Questionário da Perceção de Risco e Questionário dos Motivos para o Consumo. Os instrumentos foram aplicados a 113 sujeitos, a maioria do sexo feminino (n = 86, 76.1%), com idadescompreendidas entre os 18 e os 55 anos (M = 23.58, DP = 6.62). Os dados foram recolhidos de forma online, através da plataforma Google forms, tendo sido posteriormente sujeitos a tratamento estatístico através do programa IBM SPSS Statistics versão 28. Os resultados apontam para a celebração, experimentação e prazer como os motivos mais frequentes associados ao consumo. Para além disto, permitem perceber que a maioria dos participantesconsidera o consumo de álcool, tabaco e cannabis de baixo risco, sendo que os consumidores têm uma menor perceção de risco comparativamente a pessoas que não consomem. Também se verificaram diferenças entre o sexo, ou seja, o sexo masculino apresenta um maior índice de consumo e possuem uma menor perceção de risco face ao consumo comparativamente ao sexo feminino. Estes resultados comprovam-se, indo de encontro à literatura. No entanto,relativamente à regulação emocional, não foi possível verificar diferenças estatisticamente significativas, em função dos consumidores e do género. Destaca-se a escassez de investigações nesta população especifica acerca do consumo de substâncias em geral, podendo ser alvo de estudos futuros.
Data do prémio6 mar. 2023
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorPaulo César Dias (Supervisor)

Keywords

  • Universitários
  • Substâncias psicoativas
  • Regulação emocional
  • Perceção de risco
  • Motivos

Designação

  • Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde

Citação

'