Terapêuticas de enfermagem promotoras da adaptação em mulheres com cancro da mama

  • Luís Miguel Ribeiro Ferreira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

Esta investigação tomou por objeto de estudo a promoção da adaptação da mulher ao cancro da mama, privilegiando a sua monitorização ao longo do percurso assistencial, assim como selecionando as intervenções de enfermagem mais orientadas para a sua promoção. Neste contexto e na procura de um cuidado em enfermagem mais significativo para estas pessoas, desenvolvemos e efectuámos uma validação preliminar do “Instrumento de monitorização da adaptação da mulher ao cancro da mama” e definimos ainda um painel de intervenções de enfermagem promotoras dessa adaptação. Para efeitos da construção do instrumento, recorremos a um percurso de investigação ancorado nos princípios dos estudos de perfil metodológico. Na definição do painel de intervenções, recorremos a procedimentos de geração de consensos, a partir de material disponível na literatura e aquele que constava nos sistemas de informação e documentação de enfermagem de uma instituição especializada na assistência em doenças oncológicas. O instrumento de medida abrange áreas chave no domínio da disciplina de enfermagem e que se demonstram significativas nas situações de doença crónica em geral, e no cancro da mama em particular. As dimensões identificadas foram: i) Otimismo; ii) Esperança; iii) Desempenho de papéis; iv) Comunicação/expressão de sentimentos; v) Cumprimento do plano terapêutico. Os resultados apurados, relativamente à validade e fidelidade do instrumento construído são bastante robustos, demonstrando um enorme potencial para pesquisa futura e de utilização clínica na área em estudo. O painel de intervenções de enfermagem identificado e consensualizado demonstra um enorme potencial para ser utilizado no contexto clínico, com o objetivo de apoiar as mulheres com doença oncológica da mama no processo adaptativo, estando muito direcionado, em termos intencionalidade terapêutica, para a capacitação das mulheres para “prevenirem complicações”, desenvolverem “competências de autocuidado” e para a “gestão do regime terapêutico”. Concluímos que o instrumento de monitorização da adaptação das mulheres e o painel de intervenções desenvolvidos na presente investigação representam um esforço de formalização do conhecimento específico de enfermagem, associado à área de atenção em estudo.
Data do prémio1 jun 2018
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorCélia Samarina Vilaça de Brito Santos (Supervisor) & Filipe Miguel Soares Pereira (Supervisor)

Keywords

  • Adaptação
  • Cancro da mama
  • Intervenções de enfermagem

Designação

  • Doutoramento em Enfermagem

Citação

'