The impact of national culture in cognitive biases and its relationship with workplace teams’ formation

  • Joana Sousa Pereira (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O ambiente em que vivemos é conhecido por influenciar as nossas decisões. A Cultura é algo que tem vindo a ser estudado nas suas diversas perspetivas, por várias pessoas e desde sempre. Para além disso, também já se percebeu que as nossas decisões não são completamente racionais, devido à existência de enviesamentos cognitivos, um campo de estudo que tem ganho cada vez mais interesse nos últimos tempos. Este estudo pretende relacionar os dois conceitos, tentando perceber se o facto de pertencermos a um tipo de cultura (medida através das dimensões culturais de Hofstede), pode influenciar o nosso nível de enviesamentos cognitivos, em particular: otimismo, viés confirmatório e pensamento intuitivo. Adicionalmente, tento extrapolar as implicações encontradas para o ambiente de trabalho, nas situações em que se tentam formar equipas multiculturais, tentado perceber se é possível equilibrar estes enviesamentos cognitivos juntando pessoas de culturas diferentes. Os resultados mostram uma relação significativa entre três das seis dimensões culturais com o enviesamento do otimismo, e entre duas dimensões culturais e o enviesamento do pensamento intuitivo. Relativamente ao viés confirmatório, nenhuma relação significativa foi encontrada. Além disso, as implicações deste estudo são discutidas, tal como algumas limitações e ideias para investigação futura.
Data do prémio2 fev 2022
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorCristina Soares Pacheco Mendonça (Supervisor)

Keywords

  • Cultura
  • Dimensões culturais
  • Grupos multiculturais
  • Desvios cognitivos
  • Ambiente de trabalho
  • Equipas

Designação

  • Mestrado em Gestão e Administração de Empresas

Citação

'