The risk reporting
: evidence from Portuguese Companies

  • Diogo Boto Galvão (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O Relato Financeiro e a sua divulgação são temas realmente importantes que os gestores devem ter em consideração na divulgação de informação para investidores externos. Hoje em dia, a globalização dos mercados levou a uma expansão mais acentuada do crescimento por parte das empresas. No entanto, esta globalização significou um aumento da competição nos mercados, a criação de novas leis por parte dos governos. Por outro lado, os investidores externos exigem mais informações sobre as empresas. Devido a falências de importantes empresas que ocorreu no passado, a confiança foi quebrada entre os investidores e gestores. Consequentemente, há uma necessidade por parte das empresas em divulgar mais informação a fim de melhorar a sua imagem e tornarem-se mais transparentes. Esses impactos podem verificar-se no lado financeiro da empresa pois com esse aumento de informação estas poderão reduzir os seus custo de capitais e custos de monitorização. Assim sendo, o tema da comunicação de riscos e seu controlo tem recebido muita atenção e será provavelmente, um dos principais temas de risco que serão potencialmente discutidos no futuro. Este estudo, que analisa a associação entre as diversas variáveis independentes e uma única variável dependente. Através deste estudo concluiu-se que a estrutura de capital, a rentabilidade e capitalização de mercado não estão associados à divulgação de riscos por parte das empresas do PSI-20. Contrariamente ao resultado anterior, verificou-se que o Total do Ativo, o Índice de cobertura (mede a extensão da comunicação do risco), e uma determinada indústria específica ou evento podem ter uma relação positiva e significativa com a variável dependente deste estudo. A segunda parte desta dissertação fornece evidências sobre as perspectivas dos gestores em relação ao tema da comunicação do risco. Foi possível verificar que os gestores querem alocar mais recursos no futuro nas áreas de Relato de risco. No entanto, conclui-se que a lacuna de informação existente entre estes e investidores irá manter-se dado que os gestores querem manter o seu nível de divulgação de risco voluntário no futuro. Embora os managers não terem atribuído grande importância ao tema da assimetria de informação (gestores poderiam reduzir esta lacuna enviando informação para os mercados), estes querem ajudar os investidores nos seus processos de tomada de decisão em relação aos seus investimentos divulgando o mínimo de informação possível.
Data do prémio12 fev. 2015
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorCristina Neto de Carvalho (Supervisor)

Designação

  • Mestrado em Gestão

Citação

'