The Small Christian Communities are pastoral priority of the Church in Tanzania

  • Joseph Rodrick Mahimbali (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

A Igreja está sempre à procura de melhores maneiras que possam ajudar os cristãos a viver bem a fé cristã. Entre a melhor forma de os cristãos poderem viver bem a fé cristã é através da sua participação nas atividades da Igreja. Olhando para um dos grandes temas do Vaticano II, foi para ver como os cristãos podem participar bem das atividades da sua Igreja. Assim, por que razão, quando o Papa João XXIII convocou o Vaticano II, usou a palavra italiana aggiornamento em que isso significa atualizar a vida da Igreja. As Pequenas Comunidades Cristãs são um dos muitos métodos pastorais que a Igreja usa para ajudar os cristãos a participar bem na vida da Igreja. Assim, por que razão, após o Segundo Concílio do Vaticano, muitos lugares do mundo, especialmente em África e na América Latina, começaram imediatamente a realizar a realização pastoral através de Pequenas Comunidades Cristãs ou comunidades cristãs da base. Na Tanzânia as coisas eram um pouco diferentes. Os bispos da Tanzânia (TEC), e da AMECEA decidiram declarar que as pequenas comunidades cristãs são a Prioridade Pastoral. Os bispos católicos da África Oriental optaram por declarar a SCC como a prioridade pastoral como a melhor forma de construir as igrejas locais para serem verdadeiramente autoministras (autogovernastes), (auto-propagação) (auto-disseminação) e autossustentação (autossuficiente e autossustentável). Isto quer dizer que toda a vida da Igreja na Tanzânia é construída na base das pequenas comunidades cristãs. A principal capital ou fonte das Pequenas Comunidades Cristãs são as famílias cristãs.
Data do prémio28 jun. 2022
Idioma originalEnglish
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorLuís M. Figueiredo Rodrigues (Supervisor)

Keywords

  • Pequenas Comunidades Cristãs
  • Família
  • Participação
  • Prioridade

Designação

  • Mestrado Integrado em Teologia

Citação

'