Turismo sénior
: nova perspetiva de envelhecimento com qualidade de vida

  • Rafaela Filipa Gomes Maia (Aluno)

Tese do aluno

Resumo

O aumento da esperança média de vida é considerado uma das maiores conquistas da humanidade, mas, paradoxalmente, o envelhecimento é considerado um dos maiores problemas do século XXI, quer em termos das necessidades de cuidados e suporte que cria, quer em termos da qualidade de vida que a longevidade acarreta. Assim sendo, é necessário dar resposta às necessidades da sociedade. Neste sentido, o turismo sénior, surge como uma das atividades promotoras de qualidade de vida nas pessoas idosas, namedida em que esta, está inevitavelmente associada ao envelhecimento ativo, definido numa perspetiva positiva. O turismo sénior tem vindo, nas últimas décadas, a ser indicado como um eixo determinante para o bem-estar e felicidade do idoso, contribuindo para melhorias significativas na saúde física e psicológica, potenciando assim a sua qualidade de vida. Este trabalho tem como objetivo avaliar o contributo que as atividades de turismo sénior podem ter no aumento da qualidade de vida da população sénior, bem como vislumbrar,através de um estudo projetivo, que tipo de impacto pode ter o turismo, nos próximos anos, na população idosa. Para tal, realizamos um estudo de natureza quantitativa, a partir dos dados obtidos das bases do INE e PORDATA.
Data do prémio12 mai 2022
Idioma originalPortuguese
Instituição de premiação
  • Universidade Católica Portuguesa
SupervisorEduardo Jorge Gomes da Costa Duque (Supervisor)

Keywords

  • Envelhecimento ativo
  • Qualidade de Vida
  • Turismo Sénior

Designação

  • Mestrado em Gerontologia Social Aplicada

Citação

'